terça-feira, 12 de maio de 2015

10 Erros mais Comuns, que o Profissional Comete.

Erros que você comete dentro da empresa pode resultar em sua demissão. 


Atualmente no mercado trabalho a concorrência entre profissionais está cada vez mais acirrada. Vence quem melhor se destaca. Contudo, o profissional tem que saber unir habilidade, comportamento e competência, porém não adianta tê-las somente, é preciso saber fazer bom uso disso no trabalho, ou seja, você tem que saber administrá-las e colocá-las em execução no serviço.

No passado, as empresas não davam tanta importância à forma de como seus funcionários se portava em relação aos colegas de trabalho e aos seus clientes.

Diferente de hoje, onde as empresas estão constantemente preocupadas com o bem estar de seus funcionários para que os mesmos possam dá o melhor de si e obter um bom desempenho profissional. Assim, aquele funcionário que gosta de causar mal estar e favorecer situações desagradáveis para si e para os outros, esse pode está com os dias contados dentro da empresa.

Fique de olho na sua postura, pois saiba que tem sempre alguém de olho em você, observando seu comportamento e atitude.



O especialista em carreira e mercado de trabalho Renato Grinber, dá algumas dicas de como driblar os erros mais comuns praticados no seu local de trabalho.

1-Atrasar: Segundo o especialista em carreira Renato Grinber, pessoa que atrasa demonstra falta de comprometimento e disciplina.

Imprevistos acontecem, mas se poder evitar trará mais satisfação.


2-Mentir: Mentir pra que? Pois toda mentira tem perna curta. Tem pessoas no local de trabalho que costumam mentir para esconder erros. O que é um erro, pois nenhuma mentira é boa o suficiente para sustentá-la até o fim.

Seja sincero, aja o que houver, não minta, assuma seus erros
dizendo que errou e que isso não irá mais acontecer.

3- Ignorar a hierarquia: Não respeitar quem está acima de você nos cargos dentro da empresa. Por exemplo, há pessoas que têm algum problema e ao invés de procurar o seu supervisor de setor para ajudar resolvê-lo, vai direto ao diretor.

Ao entrar numa empresa procure saber sobre a hierarquia. Procure falar diretamente com seu chefe de setor.

4-Não ser flexível: Pode ser que algum dia você tenha ficar depois do expediente, isso comum em algumas empresas. Se puder ficar, é bom. Isso demonstra flexibilidade e a empresa ver isso com bons olhos.
 
Se as horas extras ficar rotineiras, o ideal é você procurar o seu chefe  converse com ele, calmante, e sempre demonstrando flexibilidade.

5-O uso desordenado de internet e redes sociais: Depende de cada empresa o limite de uso da internet. Exagerar nos acessos não fica bem para sua imagem.

Acesse a internet somente quando for preciso ou horário de intervalo ou almoço.


6-Conversas paralelas durante o expediente: Uma conversa esporadicamente tudo bem. O ruim é quando isso não tem limite e vira uma constante.

Toda empresa tem intervalo e horário de almoço, aproveito-os para bater um papo.


7-Conversas particular no telefone da empresa: Este é de uso exclusivamente da empresa, porém é consentido somente em caso de  emergência ou recado.

Ligação pessoal procure fazê-la em horário de almoço, assim     
você  não desperdiça tempo no trabalho.

8- Brincadeiras fora de hora: Como a diversidade é grande, não sabemos como cada pessoa vai reagir diante de uma brincadeira.

Brincadeiras, somente fora do trabalho.


9-Não trabalhar em equipe: A falta de consideração em relação à opinião alheia é um problema, ainda mais que esse  fator é de muita importância dentro das empresas. Hoje em dia quem sabe trabalhar em  equipe está sujeito a ser devolvido ao mercado de trabalho. Esse indicador, é muito considerável  para organizações atingir a meta que ela almeja alcançar. 
  
É importante tentar entender as opiniões de seus colegas no projeto.







10-Faltar respeito com os colegas: Muitas pessoas acha que ao conviver com o colega diariamente lhe dá direito de fazer brincadeiras não respeitando a individualidade do outro.

No local de trabalho, procure manter uma postura formal. Fora dela, pode haver informalidade.








Nenhum comentário:

Postar um comentário