segunda-feira, 25 de maio de 2015

Glaucoma, você sabe que doença é essa?

Muitas pessoas têm pressão intraocular e não sabem. Embora seja uma doença silenciosa, ela se alastra aos poucos. No inicio não aparecem nenhum tipo de sintomas.




Para melhor entendimento do que é glaucoma, nada melhor do que primeiro explicar o que é a doença, e o que ela é capaz de fazer com a nossa visão.


Glaucoma


Uma doença silenciosa, crônica, que aumenta a pressão intraocular e que pode causar lesões nos nervos óticos e pode levar a cegueira, se não tratada de maneira adequada. Ela perdura por toda vida e necessitar de acompanhamento constantemente para manter sob controle a pressão ocular.

Causas


Como podemos perceber, glaucoma é uma doença muito perigosa. Na grande parte dos casos, ela avançar lentamente, haja vista vai evoluindo aos poucos, podendo levar meses ou até mesmo anos, sem dá nenhum sinal de que ela existe. Contudo, isso leva a perda gradual da visão e vai se agravando com o passar do tempo.

A redução visual só acontece em nível mais desenvolvido, afetando primeiramente a visão periférica. Em seguida, a extensão visual que vai reduzindo gradativamente e assim modificando em visão tubular. Se não houver nenhum tipo tratamento e acompanhamento à pessoa pode ficar cega, ou seja, levar a cegueira permanente.

Idade 



A idade que costuma surgir com mais frequência são em pessoas com mais de 35 anos. Embora seja mais frequente a cima dos 35 anos, isso não quer dizer que ela não atinja as outras faixa etária, ou seja, pode aparecer também em qualquer idade dependendo da causa que elevou a pressão do globo ocular. 

De acordo com pesquisa realizada pela Sociedade Nacional de Prevenção de Cegueira dos EUA, uma em cada 50 pessoas superior a 35 anos têm glaucoma. E três em cada 100 com mais de 65 anos têm glaucoma. 

Sintomas



O sintoma pode variar, ou seja, depende de pessoa para pessoa, pois algumas podem apresentar sintoma incerto. O certo é quando você perceber que algum vai mal com sua visão é importante que você procure logo um oftalmologista. E se diagnosticado com glaucoma, deverá fazer exame de vista regularmente.

Atenção aos sinais mais comuns:
  • Aumento do grau dos óculos com muita frequência;
  • Ausência da visão lateral;
  • Visão confusa (embaçada);
  • Dificuldades em habituar em ambiente escuro;
  • Arco-íris ao redor das luzes (raro);
  • Dor de cabeça ou dor nos olhos (caso raro).


Consequência



Se não tratada corretamente ou falta de tratamento, ela pode comprometer a visão. E num caso mais avançado podendo até levar a cegueira permanente, causando danos irreversível


Tratamento


Menor serão os danos, quanto ante for diagnosticado a doença e tratada. Quando descoberto, dá inicio ao trato, através de um tratamento clinico à base de colírios, em casos mais avançados é preciso intervenção cirúrgica e uso de drogas por via oral, porém só em caso excepcional, ou seja, emergencial.

Para evitar maiores problemas, o melhor tratamento, sem dúvida nenhuma é a prevenção, fazendo uma visitinha regularmente ao oftalmologista. O seguro morreu de velho! Então seja prevenido, não deixe a doença te pegar de surpresa, esteja sempre um passo a frente. 

Recomendação


A seguir algumas recomendações que podem fazer toda diferença no seu dia a dia:
  • Use o medicamento de acordo com prescrição médica;
  • Consulte regularmente o oftalmologista;
  • Fiquem de olho nas vista a partir dos seus 35 anos;
  • Nunca use outro colírio que não seja prescrito pelo o médico;
  • O descuido pode agravar  ainda o problema e ter consequência seríssima.

 Como a nossa visão é muito preciosa, todo cuidado é pouco. O melhor mesmo é se cuidar.

Atenção ao resultado.

Não tem cura, mas pode ser tratado e controlado. O resultado se tratado é muito satisfatório e você poderá ter uma vida normal.











Nenhum comentário:

Postar um comentário